8 de junho de 2018

Servidores municipais entram em greve na segunda-feira

Os servidores de Ponta Grossa devem paralisar as atividades a partir da próxima segunda-feira (11). A greve foi aprovada por 70% dos funcionários públicos que participaram da votação, na noite desta quarta-feira (6). Ao todo, 3.877 servidores votaram em urnas distribuídas em sete locais. A maior adesão ao movimento grevista aconteceu nos hospitais da Prefeitura, onde 92,99% foram favoráveis à greve.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindserv) pede um reajuste de 2,76% nos salários. Segundo Leovanir Martins, não houve nenhuma nova proposta do Governo Municipal desde que a categoria rejeitou a reposição da inflação, no mesmo índice, a partir do mês de setembro. “Historicamente, o reajuste sempre aconteceu na data-base, no mês de maio. Nós queremos o reajuste agora, conforme garantem os nossos direitos”, disse. Martins reafirmou a paralisação dos trabalhos em diversos setores da administração municipal.

A Prefeitura informou que ofereceu uma proposta de reposição da inflação no mês de setembro, “conforme as possibilidades financeiras do município”, e que “segue trabalhando para garantir que os serviços essenciais à população não sejam prejudicados”. A Prefeitura destacou, ainda, que pretende adiantar o 13º salário dos servidores para o mês de julho.

Veja a nota completa da Prefeitura:

"Com relação ao indicativo de greve do Sindserv, a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa reitera que realizou proposta para o reajuste dos servidores, conforme as possibilidades financeiras do Município. O governo se comprometeu a fazer a reposição da inflação no mês de setembro, quando terá condições financeiras e orçamentárias de cumprir com esse compromisso. Desde 2013, a atual administração vem tratando os servidores com grande respeito e, mesmo diante da crise econômica enfrentada pelo país, garantiu o pagamento da folha sem atrasos durante todo esse período. Alem de manter essa garantia ao servidor, também anunciou a antecipação do 13° salário até o mês de julho. A Prefeitura de Ponta Grossa segue trabalhando para garantir que os serviços essenciais à população não sejam prejudicados".

Publicado pelo Jornal da Manhã. Foto: Divulgação/Sindiserv.