23 de junho de 2018

Policial militar se irrita com som alto de festa e mata vizinho

Um desentendimento provocado por som alto terminou em morte na madrugada deste sábado (23), em Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba. Irritado com o barulho, o policial teria ido até a casa do vizinho para pedir que o volume fosse reduzido. O disparo teria acontecido após a vítima se negar a diminuir o volume e ameaçar o policial com um machado.

Segundo a PM, uma festa acontecia na Rua Professor Alberto Piekas. Incomodado com o som alto, o policial teria ido até o local para pedir que a diminuição do som. O vizinho, então, teria se recusado e pegado um machado durante a discussão. Como reação, o policial pertencente ao Batalhão de Operações Especiais (Bope) atingiu um tiro no vizinho.

O policial estava de folga e foi detido no começo da manhã deste sábado (23). Segundo o Bope, a investigação e o inquérito serão conduzidos pela Polícia Civil, tendo em vista que o policial militar estava de folga. “Toda a documentação de praxe em casos como este foi feita internamente. O policial militar terá acompanhamento psicológico”, informou a corporação.

Em nota, a Polícia Civil informou que o policial militar foi preso em flagrante pelo crime de homicídio. O caso será investigado pela Delegacia de Almirante Tamandaré.

Publicado primeiro pelo portal Banda B.

Maria Fumaça: Novos ingressos para passeio já estão disponíveis

A Fundação Municipal de Turismo (Fumtur) informa que uma nova remessa de ingressos para o passeio Caminhos de Ferro está chegando a Ponta Grossa. 

A experiência turística acontecerá no fim de junho e durante alguns dias de julho. São dois trechos – da estação Desvio Rivas ao Cará-Cará ou da Desvio Ribas, em Ponta Grossa, à Entre Rios, localizada em Guaragi – com valores a partir de R$ 40,00 pelo trajeto.

A Fumtur e a Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) são as responsáveis pelo passeio na cidade. “A partir de segunda-feira (25) a nova remessa de tíquetes para o trecho Cará-Cará estará à venda em toda rede Fleming de Farmácias”, reforça o presidente, Edgar Hampf, que também está cuidando, com apoio efetivo de vários parceiros, da reorganização da estação “Entre Rios”, em Guaragi, e do acesso à área de embarque na estação Desvio Ribas.

O primeiro trecho, entre as estações Desvio Ribas e Cará-Cará (pouco menos de 10km), terá viagens nos dias 29 e 30 de junho, 1º, 6, 7, 8, 13, 14 e 15 de julho. Nos domingos (1º, 8 e 15 de julho) haverá um outro roteiro: a viagem entre as estações Desvio Ribas, em Ponta Grossa e Entre Rios, em Guaragi (cerca de 36 km).

Ingressos

Quem quiser também pode garantir o ingresso pelo site: http://www.ihtur.com.br/. Ou se preferir, os tíquetes para as viagens a Guaragi estão disponíveis na loja Total Ingressos no Shopping Palladium, e os para os trens do Desvio Ribas à estação Cará-Cará estarão à venda a partir da próxima semana em todas as filiais da rede Fleming de Farmácias. “A procura tem sido grande, por isso garantam logo os seus ingressos”, enfatiza Hampf.

- Datas e Horários:
29/06 (sexta-feira) – 13h30 e 16h;
30/06 (sábado) – 9h, 13h30 e 16h;
01/07 (domingo) – 9h.
06/07 (sexta-feira) – 13h30 e 16h;
07/07 (sábado) – 9h, 13h30 e 16h;
08/07 (domingo) – 9h;
13/07 (sexta) – 13h30 e 16h;
14/07 (sábado) – 9h, 13h30 e 16h;
15/07 (domingo) – 9h;
- Trecho 2: Estação Desvio Ribas à Estação Guaragi (distância 36km).
- Valor: 1ª Classe: R$ 90 por pessoa (tarifa única, a partir dos 6 anos de idade);
Luxo: R$ 260 por pessoa (tarifa única, a partir dos 6 anos de idade);
- Datas e Horários:
01/07 (domingo) – 13h30
08/07 (domingo) – 13h30
15/07 (domingo) – 13h30

22 de junho de 2018

MP denuncia traficantes que pousaram helicóptero em campo de futebol

O Ministério Público Federal (MPF) em Jacarezinho, no norte do Paraná, denunciou dois homens por tráfico internacional de drogas e associação criminosa. Os acusados transportavam droga em um helicóptero que seguia para São Paulo, quando precisaram fazer um pouso forçado em um campo de futebol por falta de combustível.

O MPF pede que os denunciados sejam condenados por transporte de entorpecentes (artigo 33) associação criminosa (artigo 35) segundo a Lei 11.343/06, que define crimes relacionados ao tráfico de drogas. Por se tratar de tráfico internacional, o MPF requer que a pena seja aumentada de um sexto a dois terços, conforme o inciso I do artigo 40 do mesmo texto legal. As penas podem variar de 5 a 15 anos de reclusão por transporte de drogas e de 3 a dez anos por associação criminosa.

Os dois estão presos preventivamente na Delegacia da Polícia Federal de Londrina (PR), desde o dia 12 de junho, quando foram capturados no campo de futebol da Vila Rubim, em Cambará (PR). O helicóptero fez pouso forçado em função do risco de falta de combustível, obrigando os denunciados a pedirem ajuda dos moradores. Segundo a Polícia Militar, o piloto e copiloto, de 19 e 38 anos, foram presos depois de tentarem ir até Ourinhos (SP) para comprar combustível.

Na aeronave foram encontrados 118 kg de cocaína e 29,5 de crack, carga cujo valor pode chegar a R$ 7 milhões.

Auditor lança livro sobre combate à lavagem de dinheiro

O auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil, Remy Deieab Junior, profissional graduado em Direito e em Economia pela UEPG, lança o livro "Combate à lavagem de dinheiro em operações de comércio exterior" (Lumen Juris Direito), na segunda quinzena de julho, nas Livrarias Curitiba, no Palladium Shopping Center (Rua Ermelino de Leão, 703 – Olarias). 

Especialista em Direito Tributário e premiado com Láurea Acadêmica pela UEPG, o autor analisa na obra a forma como tem sido realizado o combate à lavagem de dinheiro em operações de comércio exterior. Partindo do surgimento do delito no mundo e de sua evolução histórica, examina os diplomas e organismos integrantes dos Regimes Global, Regional e Locais Antilavagem, focalizando o modelo adotado pelo Brasil em órbita federal.

Paraná Fala Inglês está com inscrições abertas

O Programa Paraná Fala Inglês (PFI) da Universidade Estadual de Ponta Grossa está com inscrições abertas para o segundo semestre de 2018. As inscrições para participar do curso ofertado à comunidade acadêmica vão até o dia 26 de junho.

Os cursos ofertados para o segundo semestre são Listening & Speaking Básico e Intermediário (115, 120 e 125), oferecidos na segunda-feria de manhã ou noite, na terça-feira e quinta-feira de manhã para o nível intermediário, e terça e quinta-feira de noite ou no sábado de manhã para o básico; Academic Writing Avançado (120/125); realizado na terça-feira ou sábado de manhã; e Preparatório ToEL ITP Intermediário (120), na quinta-feira de tarde. 

 Os testes de nivelamento serão realizados entre os dias 27 e 29 de junho e o início das aulas será em 04 de agosto. O investimento para participar do programa é R$75,00 por semestre. Para mais informações entre no site www3.uepg.br/eri/2018/06/21/inscricoes-programa-parana-fala-idiomas/

Decisão da Justiça mantém valor da tarifa de ônibus em PG

A juíza Jurema Carolina da Silveira Gomes negou o pedido de tutela provisória de evidência nas duas ações populares para garantira a diminuição do valor da tarifa de ônibus em Ponta Grossa. As ações foram movidas pelo vereador George Oliveira (PMN) e a outra por  Mabel Cora Canto e Neemias Martinkoski.

No pedido, os autores solicitavam uma liminar para a redução no preço da tarifa do transporte público diante da diminuição do valor do diesel em R$ 0,46. Na decisão, a magistrada destacou que “não se pode verificar, em exame de cognição sumária, o efetivo impacto da redução do preço final do diesel, instituído pela Medida Provisória no 838/2018 e regulamentado pelo Decreto n°9.392/2018, no preço da passagem por simples cálculo aritmético”.

"A Juíza acertadamente fixou o entendimento de que a mera redução do diesel, resultado da MP [Medida Provisória], não foi capaz de interferir no custo da tarifa. Isto porquê a diminuição no preço do insumo, fez com que o mesmo alcançasse praticamente o valor pago quando a tarifa foi calculada, em janeiro de 2018. Aliás, vale ressaltar que a tarifa técnica e R$ 3,99, diferente do valor decretado, de R$ 3,80", informou a VCG em nota.

"A VCG acredita que esta decisão será mantida quando da sentença nas ações populares, pelos mesmos fundamentos", informou a empresa via assessoria de imprensa.

Publicado pelo Jornal da Manhã. Foto: Diário dos Campos.

21 de junho de 2018

Testemunhas relatam abusos em caso do sítio de Atibaia

Testemunhas no caso do sítio de Atibaia, atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, relataram ao juiz Sergio Moro terem sido interpeladas por membros da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF) sobre o caso.

Em depoimentos concedidos ao juiz na última quarta-feira, dois irmãos do caseiro Élcio Pereira Vieira, conhecido como Maradona, relataram abusos de autoridade por parte dos agentes. Moro afirmou que vai investigar os fatos e deu prazo de cinco dias para esclarecimentos por parte do MPF, conforme publicado pelo portal Uol.

O eletricista Lietides Pereira Vieira afirmou que a PF e o MPF levaram sua esposa e seu filho, em 2016, na base da condução coercitiva, para prestar depoimentos sobre o sítio. Os agentes apareceram na porta de sua casa às 6h, armados e com roupas camufladas, sem apresentar mandado judicial ou intimação.

A mulher de Lietides já havia feito faxinas no sítio. Inquirida sobre quem a empregou, disse ter trabalhado para Fernando Bittar (empresário que diz ter emprestado sítio a Lula).
Segundo o eletricista, o filho, então com oito anos, sofreu traumas psicológicos em decorrência da abordagem e necessita de acompanhamento psicológico.

O pedreiro Edvaldo Pereira Vieira, por sua vez, disse ter sido procurado pessoas que alegavam trabalhar no Ministério Público. A Moro, contou ter ficado “constrangido” com a forma como foi abordado.

O processo que investiga Lula na Lava Jato apura se ele teria recebido R$ 1 milhão em propina paga por meio de obras feitas no sítio, frequentado pela família do ex-presidente e apontado pelo MPF como propriedade do petista, embora esteja registrado em outro nome. As empresas Odebrecht, OAS e Schahin teriam se encarregado das reformas. A defesa de Lula nega que ele seja dono do sítio.

Publicado por Yahoo Notícias. Foto: Ricardo Moraes/Reuters.

Prefeitura garante pagamento de dívida histórica de precatórios

Assinatura plano de pagamento com TRT e TJ garante o parcelamento da dívida de R$ 120 milhões até 2024

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, em uma ação conjunta entre a Procuradoria Geral do Município e a Secretaria Municipal da Fazenda, validou hoje (21), junto ao Tribunal Regional do Trabalho e o Tribunal de Justiça, seu plano de pagamento para a dívida de precatórios. Com a assinatura do termo, está garantido o parcelamento total da dívida de R$ 120 milhões até 2024, conforme prevê a Emenda Constitucional 99. Com validação deste parcelamento, fica extinto o procedimento de sequestro já em andamento e a Prefeitura garante a certidão negativa de débitos.

De acordo com o plano firmado, a Prefeitura deve realizar o pagamento mensal de aproximadamente R$ 1.3 milhão, o que equivale a 2,46% da Receita Corrente Líquida do Município, dentro das possibilidades orçamentárias da Prefeitura. O valor será automaticamente debitado do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), garantindo o compromisso da administração municipal com a quitação desses valores, mesmo durante outros governos.

Garantia
Com o procedimento de sequestro em andamento, a Prefeitura de Ponta Grossa poderia ter debitado de suas contas cerca de R$ 30 milhões, um valor que comprometeria o cumprimento da folha de pagamento dos servidores.

Além da criação deste plano de pagamento, desde o início de 2017 a Prefeitura vem trabalhando com diferentes estratégias para garantir a quitação dos valores devidos em precatórios, como a criação da lei de compensação da dívida ativa por precatórios e a venda de terrenos públicos.

O plano de pagamento da Prefeitura foi assinado na tarde de hoje (21) na sede do Tribunal Regional do Trabalho. Além de representantes do TJ e as autoridades já citadas, também estiverem presentes o encarregado técnico da Dívida Atividade, Leandro Bastos Antunes, e o procurador do Município, Luiz Fernando Matias.

Fonte: Prefeitura de Ponta Grossa. Jason Silva / TRT9.

Polícia fecha fábrica de próteses dentárias falsas

A Polícia Civil fechou uma fábrica de pinos e próteses falsas para implantes dentários, que funcionava em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Um homem de 31 anos, que não teve o nome divulgado, responsável pela comercialização dos produtos, foi preso; e um vasto material que era revendido para empresas e dentistas acabou apreendido.

A operação foi realizada pela delegacia do município em parceria com a especializada de Furtos e Roubos (DFR) da capital.

Como os materiais eram produzidos sem nenhuma autorização, o preço era mais baixo que o de mercado, o que fazia com que muitos intermediadores e até mesmos profissionais de odontologia se interessassem por esse comércio.

Informações do portal Banda B. Foto: Divulgação/Polícia Civil.

Fundação de Turismo leva Ponta Grossa ao Festival das Cataratas

A Fundação Municipal de Turismo (Fumtur) está chefiando a delegação de Ponta Grossa no 13º Festival das Cataratas. O evento é consolidado como um dos mais completos do turismo latino americano e deve reunir mais de 8 mil participantes nesta edição.

A Fumtur conta com um estande no local e participa do encontro que vai dos dias 21 a 24 de junho, em Foz do Iguaçu, para mostrar os atrativos turísticos da cidade a todos os participantes do Brasil e até mesmo dos países vizinhos.

Os segmentos são variados: nos estandes há expositores da rede hoteleira, resorts, SPAs, operadores de turismo, divulgação de atrativos, gastronomia, entre outros. O estande da cidade está apresentando videoclipes dos principais pontos turísticos, bem como das empresas e instituições parceiras locais.

Agipi/UEPG comemora 10 anos com repasse de royalties

O repasse de cheques relativos aos primeiros royalties derivados de patentes geradas por professores/pesquisadores da instituição marcou os 10 anos de fundação da Agência de Inovação e Propriedade Intelectual (Agipi) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

O valor de R$ 4.228,64 é referente a 5% dos ganhos econômicos provenientes do licenciamento da patente do aparelho para medição da permeabilidade dentária e método para simulação intrapulpar, cujo sistema foi desenvolvido pelos professores doutores Alessandro Loguércio e Alessandra Reis, em parceria com o engenheiro Rafael Tiago Patzlaff, diretor administrativo da empresa Odeme Dental Research, de Santa Catarina. Desse total, 34% (R$ 1.409,56) são destinados à UEPG; 33% (1.409,54%) ao departamento de origem dos inventores; e 33% (R$ 1.409,54) para os autores/criadores do produto, como incentivo. (Assessoria/UEPG/Divulgação).

Liminar garante repasses para manutenção de hospitais

Prefeitura impetrou mandado de segurança para garantir repasse de convênio com o Governo do Estado, sem exigência da certidão negativa de débitos

A Prefeitura de Ponta Grossa obteve liminar favorável em mandado de segurança impetrado pela Procuradoria Geral do Município (PGM) para garantir o repasse de valores referente a convênio com o Governo do Estado para manutenção do Hospital Municipal Amadeu Puppi e Hospital da Criança João Vargas de Oliveira, sem a exigência de apresentação da certidão negativa de débitos. A decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública de Ponta Grossa determina que se abstenha de exigir a certidão negativa de débitos para contratação com o Estado do Paraná.

“O Município recebe repasses de valores mensais para o custeio dos hospitais municipais, mediante comprovação dos atendimentos. Entretanto, em maio deste ano, fomos informados por ofício que os repasses mensais devidos pelo Estado do Paraná não seriam realizados sem a formalização de contrato, não firmado em virtude da impossibilidade da apresentação de todas as certidões negativas exigidas pelo Estado. Mas a não renovação dos contratos de repasse em razão da ausência de certidão iria inviabilizar a continuidade dos serviços prestados nos hospitais e tivemos a compreensão da Justiça com essa liminar favorável”, detalhou o procurador geral, Marcus Freitas.

Mensalmente, são investidos R$ 5 milhões no funcionamento do Hospital Municipal Amadeu Puppi, e R$ 3 milhões na manutenção do Hospital da Criança João Vargas de Oliveira. “Esta liminar é uma garantia do bom atendimento de saúde à população ponta-grossense. É dar continuidade aos serviços de urgência e emergência que são realizados na cidade, seja para adultos ou crianças. Somos referência e poder manter o trabalho é um ganho para todos os que utilizam o atendimento do SUS", destaca a secretária Municipal de Saúde, Angela Pompeu.

Informado pelo portal da Prefeitura de Ponta Grossa.

20 de junho de 2018

Prefeitura vai notificar moradores que pavimentaram rua

Os moradores da rua Itacuras, na região de Vila Oficinas em Ponta Grossa, decidiram asfaltar o local por contra própria. Um trecho da via foi pavimentado com cimento há cerca de dois meses – a reportagem do Jornal da Manhã e do portal aRede procurou os moradores e responsáveis pela obra que preferiram não se manifestar. Apenas um trecho da via foi ‘asfaltado’ e o resto da rua segue sem pavimentação.

Procuramos a Prefeitura Municipal informou que, pelo não cumprimento à legislação disposta no Código de Obras e no Código de Posturas de Ponta Grossa, “os moradores serão notificados pela obra irregular”. Ainda segundo a assessoria, a Companhia Pontagrossense de Serviços (CPS) destacou que último registro de procura por pavimentação dos moradores da rua foi feito em 2010, “quando não teve a adesão mínima para a contratação do serviço”.

A Prefeitura também reforça que a população interessada em pavimentação asfáltica deve ou contatar a CPS para aderir ao programa Asfalto Cidadão. “Ou apresentar, para a Secretaria de Infraestrutura e Planejamento, um projeto assinado por um profissional que contenha as condições necessárias para a segurança e estrutura da via. Para solicitar reparos e manutenções, pode protocolar o seu pedido na Praça de Atendimento do Paço Municipal ou através do sistema Prefeitura 156”, diz a nota da Prefeitura. 

Números
Nos últimos anos, Ponta Grossa conseguiu avançar no quesito pavimentação. De acordo com a Prefeitura, atualmente 75% das ruas da cidade contam com algum tipo de pavimentação, seja ela asfáltica ou de poliedro, por exemplo. Em 2009, o censo do IBGE apontou para um índice de 49% de pavimentação nas ruas da cidade.

Publicado pelo portal a Rede. Foto: Cristiano Barbosa.

Câmara aprova marco regulatório dos caminhoneiros

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (20) o marco regulatório do transporte rodoviário, uma das exigências dos caminhoneiros e transportadoras que paralisaram o país em maio. O projeto vai a análise do Senado Federal.

Um dos pontos polêmicos do texto determina que o vínculo entre o caminhoneiro e as transportadoras não é empregatício, mas de prestação de serviços.

O marco também aumenta de 20 para 40 pontos o número máximo de pontos na carteira que podem ser acumulados condutor que exerça atividade remunerada no veículo.

O texto também prevê que o transporte de produtos perigosos seja feito por veículos de no máximo 15 anos e com reboques e caixas de carga de no máximo 20 anos. O limite para adequação da frota será de cinco anos.

Além disso, o relator prevê uma série de renúncias fiscais. Entre elas, fica determinado que os ganhos de vale-pedágio não são tributáveis. De acordo com o texto aprovado na Câmara, ainda, serão descontados do pagamento de PIS/Cofins sobre o frete o valor do pedágio pago.

Informações de Angela Boldrini/Folhapress. Foto: Congresso em Foco.

Fifa responde queixa da CBF, mas se recusa a liberar áudio do VAR

A Fifa respondeu nesta quarta-feira (20) a carta na qual a CBF se queixa da atuação do juiz mexicano César Ramos e do VAR (árbitro-assistente de vídeo, na sigla em inglês) no empate da seleção brasileira em 1 a 1 com a Suíça, mas se recusou a liberar imagens ou áudio da conversa entre os árbitros.


Segundo pessoas da CBF, a Fifa não informou na carta se houve erro ou acerto na decisão. Explicou apenas como funciona o protocolo do VAR e que ele interfere apenas em erros claros. Em outros lances, a atuação é exclusiva do árbitro de campo, como aconteceu no gol de Zuber. A reclamação da CBF é a de que o suíço fez falta em Miranda, mas o árbitro se recusou a pedir auxílio da tecnologia.

Informações de Folhapress. Imagem: AP Photo/Dmitri Lovetsky

Petrobras reduz preço da gasolina em 0,53% nas refinarias

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira, 20, a redução de 0,53% no preço da gasolina nas refinarias. O litro do combustível passará de 1,8941 reais para 1,8841 reais. O novo valor não considera a incidência de impostos e vale a partir desta quinta-feira.

Com o anúncio, a estatal já realizou 9 reduções e 2 aumentos no custo da gasolina em junho. A última queda, de 1,23%, foi na segunda-feira.

A oscilação segue a política de preços adotada pela companhia desde julho do ano passado, que acompanha a cotação do petróleo no mercado internacional. Com isso, o combustível no Brasil pode ter reajustes ou reduções diárias.

Informado pelo portal da Veja. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

2ª Turma do STF absolve Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) absolveu, por 5 votos a 0, a senadora e presidente nacional do PT Gleisi Hoffmann (PR), o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o empresário Ernesto Kugler Rodrigues das acusações de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, formuladas pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

O relator e o revisor do processo, ministros Edson Fachin e Celso de Mello, ainda defenderam uma condenação mais branda, enquadrando a senadora no crime de falsidade ideológica eleitoral, o caixa 2, mas foram voto vencido. Prevaleceu o entendimento dos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, defensores da absolvição total.

De acordo com a denúncia, Gleisi recebeu, através de Rodrigues, 1 milhão de reais do esquema de corrupção na Petrobras para sua campanha ao Senado em 2010. O repasse teria sido articulado pelo então diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, em troca de apoio político da petista e do marido para permanecer no cargo.

Para os cinco ministros, não ficou provado qual seria o poder dos dois para dar essa sustentação nem que ato de ofício teria sido feito pela senadora para apoiar a manutenção de Costa no cargo.

Com informações de agências. Imagem: Paraná Online.

19 de junho de 2018

Tarifa da Copel terá alta de 15% a partir de domingo

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu nesta terça-feira (19) o reajuste na tarifa de energia elétrica para consumidores do Paraná atendidos pela Copel.

Anunciado em reunião da diretoria da Aneel, em Brasília, o aumento para os consumidores residenciais será de 15,06%. O novo valor passa a vigorar a partir do dia 24 de junho.
A tarifa para o setor industrial terá reajuste de 17,55%. O reajuste médio no Paraná será de 15,99%.

Do total do reajuste definido pela Aneel, apenas 0,31% corresponde ao custo operacional da Copel. Grande parte do aumento é consequência dos preços dos contratos de compra de energia, ajustados pela inflação e agravados pela falta de chuvas nos últimos anos. Além disso, o aumento do encargo da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), fundo gerido pelo governo federal, também pesou neste aumento.

Com informações da Agência Estadual de Notícias.

Prefeitura realiza consulta popular para elaboração da LDO

Lei de Diretrizes Orçamentárias estabelece metas e prioridades da administração, com sugestões da população

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, através da Secretaria da Fazenda, deu início ao processo de elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o instrumento que estabelece as metas e prioridades da administração para o exercício de 2019, alinhado com as definições do Plano Plurianual do período 2018-2021, e servindo como base para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA). Neste primeiro momento, está aberta uma consulta popular, para que os próprios ponta-grossenses possam indicar à Prefeitura quais são os setores prioritários de investimentos, além de realizar outras sugestões. As informações são da Prefeitura.

Distribuição dos formulários

A distribuição dos formulários na rede municipal teve início nesta semana e a consulta popular também já pode ser respondida através de acesso na página da Prefeitura. A consulta ficará aberta até o final do mês de julho, quando os dados serão consolidados para apresentação em audiência pública na Câmara de Vereadores. Em 2017, as principais indicações da população para a LDO foram as áreas de Saúde, Segurança, Pavimentação, Esporte/Lazer e Escolas.

O questionário é simples. É necessário preencher seus dados pessoais, indicar quais seriam as três prioridades para o seu bairro ou região e propor sugestões.

Fumtur inicia aulas de espanhol para operadores de turismo

Qualificação e facilitação, esses são alguns dos objetivos do curso de Espanhol para operadores de turismo. As aulas começaram hoje (19), a iniciativa é da Fundação Municipal de Turismo (Fumtur) com apoio da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares dos Campos Gerais e da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG).

Os professores do curso são alunos de Letras/Espanhol da UEPG. Vanessa de Souza está no quarto ano, já Leonardo Sienkiewicz no segundo, o material foi desenvolvido por eles e é todo voltado ao setor turístico. (Fonte: Prefeitura de Ponta Grossa).