24 de abril de 2018

Grupo do Madero pretende captar até R$ 380 milhões

Sediado Ponta Grossa, o Grupo Durski, que possui a unidade industrial do Madero no Distrito Industrial Cyro Martins, pretende captar R$ 380 milhões em recursos. Esse valor deverá ser obtido através da oferta de até 1.520 debêntures (títulos de dívidas), cada uma delas com o valor de R$ 250 mil.


A emissão é subscrita pela Hemisfério Sul Investimentos, a HSI, gestora parceira do Grupo há alguns anos que já contabilizou outras duas emissões, uma no ano passado e outra em 2015. As debêntures terão prazo de 60 meses e o pagamento de remuneração será feito mensalmente a partir do 25º mês. Sobre o valor nominal unitário incidirão juros remuneratórios equivalentes a uma taxa pré-fixada de 27% ao ano. Como garantia, as debêntures são conversíveis em ações.

O Madero fechou 2017 com uma receita bruta superior a R$ 510 milhões, contabilizando um lucro de R$ 4,8 milhões. O grupo segue investindo, anualmente, em diversos restaurantes, aplicando cerca de R$ 4 milhões por unidade, ampliando a rede em cerca de 50 unidades nos últimos três anos. Hoje, por exemplo, são mais de 110 restaurantes no Brasil e no exterior.

Com informações de Fernando Rogala/JM. Foto: Reprodução.