21 de maio de 2018

Petrobras anuncia novo reajuste e motoristas reforçam protestos

Caminhoneiros de diversos estados brasileiros paralisaram, nesta segunda-feira (21), suas atividades. Na região dos Campos Gerais não foi diferente: desde as 6h os motoristas profissionais iniciaram seus protestos, seja em postos de combustíveis ou às margens das rodovias, em Ponta Grossa (BR-376), Jaguariaíva, Castro, Carambeí, Piraí do Sul (PR-151) e Telêmaco Borba (PR-160). 


O movimento faz parte da greve geral, convocada em nível nacional pelos caminhoneiros autônomos, os quais cobram do Governo Federal a resposta para uma série de reivindicações, dentre as quais, encabeçam questões relativas aos pedágios e ao valor do diesel. Não há previsão para o fim da mobilização. 
 
Decisão judicial é entregue nas mobilização 

Por volta das 15 horas, os caminhoneiros reunidos no Posto Brasil, receberam um mandado de interdito proibitório, da Segunda Vara Federal de Ponta Grossa e uma intimação da Justiça Federal do Paraná. Os documentos estavam sendo levados em todos os postos e pontos onde estavam reunidos os caminhoneiros, informando que não poderiam obstruir a rodovia. A multa que seria aplicada poderia chegar a R$ 100 mil por hora.

As informações são do Jornal da Manhã. Foto: Cristiano Barbosa.