12 de junho de 2018

Diesel fica R$ 0,55 mais barato e etanol sobe 12%

No período de apenas três semanas, os preços dos combustíveis apresentaram grandes variações no município de Ponta Grossa. Nos dois extremos: teve combustível que subiu mais de 10% e combustível que teve queda de quase 15%. O campeão de valorização foi o etanol, enquanto que o que teve a maior baixa foi o diesel – já como uma reflexo da greve dos caminhoneiros, que garantiu uma redução de R$ 0,46 no litro. Com a redução, os postos de Ponta Grossa vendem o combustível por uma média de R$ 3,22 o litro, um dos mais baixos do país, tendo em vista o preço abaixo da média estadual, de R$ 3,25, que é o valor mais baixo entre todos os estados brasileiros.

Na semana antes da greve, no dia 16 de maio, o diesel era vendido por R$ 3,77, em média, o litro. Após o anúncio do governo federal, a baixa foi eminente: no dia 6 de junho, última coleta feita de preços pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) já mostrava um preço médio R$ 0,55 mais baixo. Em números percentuais, representa 14,58%.

O etanol é vendido, hoje, por R$ 3,08, em média, acima da média estadual (R$ 3,05). Esse combustível valorizou 12% nas últimas três semanas, já que no dia 16 de maio era vendido por R$ 2,75, em média. Seu preço varia entre R$ 2,99 e 3,18 na cidade.

No Paraná, a variação chega a R$ 1 entre o posto mais barato e mais caro – R$ 2,69 em Curitiba e R$ 3,69 em Cascavel.

Já a gasolina, cujos preços variam diariamente conforme a política da Petrobras, com base no mercado externo, subiu 10,36%. O valor médio hoje é de R$ 4,58 o litro, ou seja, 10,3% acima dos R$ 4,15 em 16 de maio. O valor médio mais barato do estado está em Curitiba, a R$ 4,38, onde tem posto, inclusive, vendendo a R$ 3,99. Por outro lado, em Maringá o valor médio é de R$ 4,75, mas vendida por até R$ 4,99 o litro.

Informações de Fernando Rogala/portal a Rede. Foto: Cristiano Barbosa.